O PERIGO DO VÍCIO

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

UMA CASA VAZIA

 Mais um fato que aconteceu na Casa de Moradores de Rua em São Paulo, uma das primeiras entrevista que fiz com o Sr. Pedro, tive a impressão que DEUS tinha feito o homem Santo e a mulher Demônio, de tanto que ele se defendia e atacava as mulheres.

Quis saber qual a razão de tanto rancor e porque ele era contra as mulheres, a questão era que ele não se conformava com a situação que se encontrava, e na sua opinião, a culpa era toda de sua esposa! Disse-me que certo dia, chegando do trabalho no final da tarde não encontrou mais seus filhos, nem sua esposa, nem móveis, nada! A casa estava totalmente vazia.

Quando percebeu que tinha sido abandonado pela sua esposa, entrou em desespero e a partir daí começou a pensar que mulheres do mundo inteiro não prestavam, e o desequilíbrio o levou para as ruas.

Na segunda entrevista com Sr. Pedro, fui perguntei como ele fixou viciado em bebidas alcoólicas, e ele me respondeu que gostava um pouco de beber, mas isto não tinha nada a ver com seu abandono. Comecei a revirar o passado do Sr. Pedro, perguntando se ele já tinha chegado em casa bêbado e acabei descobrindo que além de chegar em casa embriagado, e relutante, me confessou que chegou a bater em sua esposa algumas vezes.

Me confessou também que muitas vezes quebrou as coisas dentro de casa e se descontrolou por causa do vício da bebida, e disse: “- realmente já cometi todos esses erros dentro de casa, e muitos outros que nem posso falar, porque  tenho vergonha e as vezes sinto que até mereço estar morando nas ruas.”

CONCLUSÃO

 As vezes julgamos as pessoas pela aparência, e não conhecemos o seu lado pessoal , o vício da bebida, ou outro qualquer, é uma doença grave que  destrói as famílias por inteiro. O viciado se torna um desequilibrado por muitos motivos, até mesmo por tramas gerados em sua infância dentro de suas próprias casas, os exemplos dos pais, dos irmãos e outros familiares deixam marcas  para sempre!

Luiz Alexandre.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×