O QUE É SER UM VICENTINO

 Viajantes

SSVP- SOCIEDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO

Fundada em Paris

 Há 181 anos, Ozanam e amigos fundavam a  Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), isso só foi possível graças a um gesto de solidariedade praticado por Antônio Frederico Ozanam e seus amigos há 181 anos. Em 23 de abril de 1833, os jovens levaram à casa de um homem pobre um pouco de lenha para que acendesse o fogo e preparasse uma sopa de batatas. Esta foi a primeira visita praticada.

Naquela época, os amigos se uniram para a fundação das Conferências de Caridade, denominadas atualmente de Conferências Vicentinas, ao serem questionados por vários outros jovens sobre a efetividade da fé católica. A ação de caridade inspirou e continua a inspirar homens, mulheres, jovens e crianças em todo o mundo.

Os vicentinos fazem da SSVP, uma das instituições mais respeitadas. O Papa Gregório XVI aprovou o Estatuto da Sociedade de São Vicente de Paulo com dois breves: o de 10/01/1845 e o de 12/08/1845. E concedeu, ainda, as devidas indulgências próprias com “uma associação de natureza eclesial, mas com caráter leigo, a serviço da Igreja e da Sociedade” (Vicentiens aujourd´hi ― Animation Vicentienne, n. 79/80, p. 48; e Roezniki Wincentynskie, n. 1/2003, p. 118).O atual Papa Francisco também foi um entusiasta desse movimento quando trabalhou ao lado de confrades e consocias nas periferias argentinas.

Ao criar a primeira conferência, na França, Ozanam mostrou a importância da caridade na vida das pessoas que vivem à margem da sociedade. Prova disso é que os vicentinos estão atualmente em 148 países, com mais ou menos 750.000 membros, fazendo visitas semanais às famílias pobres e oferecendo ajuda tanto material como espiritual, que é o efetivo objetivo da SSVP, ou seja, evangelizar. O Brasil é hoje o país que tem mais vicentinos no mundo: somos 250.000 homens, mulheres, jovens e crianças. Temos também abrigos e asilos para idosas e idosos em todo o Brasil. 

Viajantes

Procure uma paróquia e conheça o trabalho dos vicentinos!

As Conferências Vicentinas são formadas por um grupo de leigos católicos e voluntários, que junto com a Igreja Católica e os padres ajudam os mais necessitados das nossas comunidades.

O alimento que levamos aos pobres é a chave para entrarmos em suas casas, levarmos a palavra de evangelização, plantarmos a semente do amor de Jesus Cristo e também vermos a real necessidade de cada família.

Nossa sociedade vive de doações das pessoas da comunidade, de benfeitores que colaboram mensalmente com dinheiro, alimentos, roupas, sapatos, remédios, material escolar etc.

Conheça nosso trabalho vicentino numa paróquia perto de você! Sempre há uma conferência vicentina por perto, onde você pode fazer uma visita, junto com os confrades e consocias assim chamadas as mulheres vicentinas, à casa de assistidos.
Tenho várias histórias e curiosidades sobre situações que enfrentamos nas visitas às periferias, as quais pretendo contar neste blog. Aliás, esta semana já estarei contando algumas delas, basta seguir o blog que você irá conhecer um pouco de nosso trabalho no dia a dia de nossas conferências.
Meu nome é Luiz Antônio Alexandre de Oliveira. Vicentino há mais de 25 anos, sou responsável hoje por um conselho particular, com 10 conferências a este vinculadas, sendo que cada uma delas tem em média 08 vicentinos, que assiste cada uma delas 05 famílias, que por sua vez são todas ligada a uma Igreja Católica.

Curiosidade: Minas Gerais é o estado com o maior número de vicentinos.

 

A SSVP tem os seguintes Conselhos:
Conselho internacional em Paris França
Conselho Nacional em cada Pais
Conselhos Metropolitanos
Conselhos centrais
Conselhos Particulares-
conferências

Livro – tema vicentino
Adquira o livro sobre o tema vicentino para 2016!
Pedidos:   mizaelpoggioli@uol.com.br
Valor: R$12 (mais taxa de remessa)
Livro – tema vicentino

Avise o padre Mizael que comprou por aqui pelo blog

15 Flares Twitter 0 Facebook 15 Filament.io 15 Flares ×