Vícios em jogos já arruinaram famílias inteiras

4 Flares Twitter 0 Facebook 4 Filament.io 4 Flares ×

 

Todo tipo de vício é uma situação complicada, o alcoolismo, o tabagismo, são coisas difíceis de livrar, e com viciado em jogos não é diferente, ele não consegue se controlar e isso vem destruindo famílias inteiras através dos anos, levando algumas pessoas a perderem tudo em apostas e levando esses indivíduos a depressão profunda, prejudicando a convivência com familiares, amigos e até mesmo atrapalhando seu lado profissional.

 jogos

Todo tipo de vício é uma situação complicada, o alcoolismo, o tabagismo, são coisas difíceis de livrar, e com viciado em jogos não é diferente, ele não consegue se contentar.

 

Jogadores compulsivos – Histórias de dor e sofrimento

Aceitar que é um viciado em jogos não é fácil, pois o jogador sempre tende a pensar que acertará a próxima mão, mas a coisa é bem mais complexa, ele não tem o autocontrole de parar quando se esta perdendo e continua a apostar, geralmente em casas de apostas a mesa nunca perde, são lugares com esquemas para que o apostador só perca, seja em jogos de baralho, ou de roleta, a tendência sempre é a casa ganhar e o apostador sempre acha que na próxima mão terá mais sorte nos jogos, mas não é o que acontece e algumas vezes chega a perder uma fortuna nessas apostas, alguns chegam a perder tudo, casa, carro, o que leva a um ponto desesperador.

Existem fatos relatados de que o apostador já perdeu cerca de 8 mil reais em uma dessas apostas, em grupos de apoio essa pessoa disse que tinha um bom salário, que era funcionário público e se viciou em maquinas caça níquéis e chegou ao extremo de perder o montante sem mesmo perceber que estava gastando tudo isso, o que o levou a procurar ajuda.

Uma mulher chegou a tentar envenenar o marido para conseguir mais dinheiro para apostar em jogos de azar, outro quase perdeu o casamento por causa de jogos, toda semana comprava cerca de 800 a 1000 cartões da loteria federal.

As pessoas viciadas em jogos são grandes contadores de histórias, quem está viciado é capaz de inventar todo tipo de pretexto para conseguir dinheiro para suprir seu vicio.

Esses fatos são relatados em um grupo de apoio chamado Jogadores Anônimos em Florianópolis, onde viciados em jogos se reúnem semanalmente para desabafar suas angustias e procurar um apoio no próximo.

Um dos casos mais atuais e não menos perigoso é o vício em jogos eletrônicos. Com a modernidade e a era da internet fica cada dia mais difícil se livrar de convites para esses jogos.

São crianças e adultos que ficam horas grudados em frente aos computadores e vídeo games modernos em campeonatos online, e é uma luta diária para os viciados nessas novas modalidades de jogos, alguns dizem que até excluem os jogos, deletam, mas logo voltam a reinstalar, pois a angústia e a vontade de jogar é maior.

No caso desses jogos modernos o indicado é ficar de olho em seus filhos, crianças ou adolescentes, impor limites, horários, pois alguns até mesmo perdem a concentração na escola levando a notas baixas e até mesmo reprovação por causa desse vício.

Como em todo outro tipo de vício, o apoio da família é fundamental para o viciado em jogos, é necessário que se entenda o problema e procure ajuda, seja em grupo de jogadores anônimos, psicoterapia, grupo de orações, a família tem que estar ao lado do individuo e ajudá-lo a resistir as tentações.

Não é uma tarefa fácil, mas se essa pessoa estiver sozinha é ainda mais complicado, muitas vezes o viciado em jogos não se dá conta de seu vício, e quando dá por si já é tarde demais, perdeu todos os seus bens matérias e os mais preciosos da sua vida que é o amor de seus familiares.

Se você conhece alguém com esse problema ajude, o vício em jogos é muito perigoso e traz um grande sofrimento a todos.

 

Você gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante para nós!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Flares Twitter 0 Facebook 4 Filament.io 4 Flares ×